O Duque eu Eu (Os Bridgertons#1) - Julia Quinn

7 de fev de 2017

Título: O Duque e Eu ( Os Bridgertons#1)
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Lançamento: 2013
Classificação: 4/5

Sinopse: “Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.
Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.
Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida. ”

Desafio Históricos&Eu - Ler um romance histórico que seja o primeiro de uma série.

Até que enfim consegui ler alguma coisa da Julia Quinn. Depois de meses vendo as pessoas falando super bem das histórias e da escrita dela, eu não aguentava mais, e quando vi o Desafio Históricos&Eu, eu sabia que era a oportunidade perfeita para unir o útil ao agradável.

O Duque e Eu trás a história de uma família única, os Bridgertons, composta pela matriarca, Violet, e nada mais nada menos do que oito irmãos.






Nós temos a chance de conhecer um pouco de cada um deles no livro, mas é Daphne quem ganha enfoque nesse primeiro volume. Como alcançou a idade necessária para ser apresentada a sociedade, ela, juntamente com sua mãe, estão procurando um marido para ela. Daphne tem noção de que talvez não se case por amor, ela tem noção do seu papel e está disposta a desempenhá-lo da melhor forma possível, mas sabe que apesar disso, não precisa casar com qualquer um.

Em paralelo a história dela, somos apresentados ao Simon, filho do duque de Hastings. Ele estudou com irmão de Daff e agora que está de volta a Londres, recontra seu amigo Anthony. Eles conversam e relembram um pouco da antiga amizade que tinham quando mais jovens. Simon é convidado para um jantar informal na casa de Anthony, onde toda sua família estará reunida. Ele comenta algo sobre a irmã dizendo que Simon irá gostar dela, como amiga é claro, já que a moça foge aos padrões londrinos. 

Simon é uma pessoa reservada e com a intenção de fugir das garras das mães desesperadas por casarem suas filhas, decide se abster dos eventos sociais, mas como tem Lady Danbury em alta estima, resolve aparecer ao baile que esta dará somente para cumprimentá-la. Sua missão é passar despercebido, como se isso fosse possível para um duque. 

"Como conhecia a casa, Simon entrou por uma porta lateral. Se tudo desse certo, poderia chegar discretamente ao salão de baile, cumprimentar Lady Danbury e ir embora. Mas quando virou o corredor num canto, ouviu vozes e ficou paralisado. 
Reprimiu um gemido. Havia interrompido um encontro de amantes.  Que droga. Como sair dali sem ser notado? Se sua presença fosse descoberta, a cena seguinte com certeza seria repleta de fingimentos, embaraços e uma confusão sem fim. Era melhor simplesmente se fundir às sombras e permitir que os amantes seguissem seu caminho feliz. Mas, quando começou a recuar em silêncio, Simon ouviu uma coisa que chamou sua atenção.
- Não."

Ele ficou preocupado com o que poderia acontecer a jovem que estava acompanhada daquele homem e espera para ver em que tudo isso vai dar. Caso ele parta para cima da jovem, ele estaria pronto para ajudá-la. As cenas que se seguem são hilárias.  Não vou dizer mais nada sobre essa parte da história porque me diverti horrores e espero que vocês também se divirtam. 

Ainda na noite do baile, já dentro dos salões, Simon encontra Anthony e os irmãos deles. Todos bonitos e altos, no estilo da família Bridgertons. Percebe-se que mães e filhas caem matando em cima dos jovens rapazes. Simon e Daphne acabam dançando juntos e os dois se dão estremante bem. Ambos tem noção de como é ruim toda essa pressão que envolvem jovens solteiros. Ele sendo praticamente caçado e ela tendo de caçar. 

A música termina e como eles estão um pouco afastados do lugar onde a família Bridgertons estão, Simon faz uma proposta à Dapnhe.

" -O que eu estava tentando dizer, antes que você me distraísse com toda a sua habilidade - prosseguiu ele -, era que pelo visto vou precisar comparecer a alguns eventos na cidade.
- Não é exatamente um destino pior que a morte.
Ele ignorou o comentário.
- Imagino que você também deverá comparecer.
Ela respondeu com um único aceno de cabeça.
- Talvez haja uma maneira de eu ser poupado das atenções das Featheringtons e outras moças do tipo e, ao mesmo tempo, proteger você dos esforços casamenteiros de sua mãe - continuou Simon."

Diante desse acordo ele garante a ela que após o "término" deles, coisa que ela mesma poderá fazer para não parecer que foi rejeitada, muitos homens vão correr atrás dela, dando assim a chance de escolher alguém a sua altura.Ela aceita.

A partir daí a história caminha para uma direção que não preciso nem dizer qual é né. Simon é uma pessoa que guarda segredos do seu passado, da sua infância e fica evidente que estão relacionados diretamente ao seu pai, cujo o relacionamento nunca fora bom. As ações dele, mediante a vida que levou, são até compreensíveis, mas houveram momentos que eu queria entrar no livro só para dar na cara dele. 

Muitas coisas vão acontecer, algumas vão te deixar com raiva, outras vão te fazer suspirar. Além do mais podemos contar com uma amiga que tudo vê e faz questão de dizer ao leitor - e a Londres inteira - o que anda acontecendo na vida dos componentes da sociedade londrina. 

Para quem gosta de romance de época, Julia Quinn é uma aposta certeira. Eu gostei muito da forma como ela construiu a personalidade da Daphne e me apaixonei pelo Simon, sem contar que a leitura fluiu do começo ao fim. E vocês, já leram os livros? Me contem nos comentários o que acharam da história. 

Até a próxima!

Volumes:
1- O Duque eu Eu
2- O Visconde que Me Amava
3- Um Perfeito Cavalheiro
4- Os Segredos de Colin Bridgertons
5- Para Sir Phillip, Com Amor
6- O Conde Enfeitiçado
7- Um Beijo Inesquecível
8- A Caminho do Altar
9- E Viveram Felizes Para Sempre

16 comentários :

  1. Oi, Pri!
    Essa série é bem queridinha de todo mundo. Não vejo a hora de começar a ler.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras

    ResponderExcluir
  2. Ooi Priscila, tudo bom??
    Acabei de conhecer o blog e já fiquei encantada \o/
    Adorei sua resenha e também sou apaixonada pela Julia Quinn, não tem como não amar o Simon,
    Romances históricos são mara né, adorei o desafio,
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mandy, que bom que você gostou do blog, fico feliz em saber!
      Eu preciso terminar de ler os livros logo, mas acredito que não me apaixonar tanto como aconteceu com o Simon <3

      Excluir
  3. Eu já li esse livro, dei tanta gargalhada com ele, só achei ele "informativo" demais pro meu gosto kkkkkk
    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkk entendi o que você quis dizer com "informativo" demais. Sinceramente, pra um livro desse gênero que eu estou acostumada a ler, achei bem informativo mesmo.

      Excluir
  4. Olá!
    Li esse livro recentemente e foi o meu primeiro livro do gênero... fiquei encantada pelo mundo descrito, as ações e costumes dos personagens <3
    Confesso que o duque me deixou com bastante raiva, entendo os motivos dele, mas fiquei bem bolada, hahah.
    Parabéns pela resenha.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo perfeitamente Mônica. Em alguns momentos a obsessão que ele tem com o passado o transformava em um completo imbecil, mas ainda assim sou apaixonada por ele <3

      Excluir
  5. De todos os volumes da série, esse continua sendo o meu favorito. Não sei se por causa do Simon ou se por ter sido justamente o primeiro da série a ganhar o meu coração, mas O Duque e eu é uma obra especial. Adorei a sua resenha, pode se preparar pra muitas aventuras com a nossa querida família Bridgerton!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, eu acho que é porque foi o primeiro livro da série. Eu acho que vai acontecer isso comigo também porque, convenhamos, nada como o primeiro amor né.

      Excluir
  6. Nunca li nada da Julia Quinn e não sou fã de romance de época mas pela sua resenha parece que vale à pena uma tentativa! Parabéns!

    Um beijo, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Caroline, eu acho que para essa história em questão, não é necessário gostar de romance de época. Acredito que a forma como o livro foi escrito e a história desenvolvida, pode conseguir te agradar.

      Excluir
  7. Eu também só consegui ler algo dá Júlia Quinn mês passado e foi claro o primeiro volume da serie. E é muito lindo e fofo, adorei Os Bridgestone! Books Club

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito fofo mesmo né Tais, eu me encantei com esse livro dela e espero gostar dos outros também.

      Excluir
  8. Amei o desenho da família e amei também esse livro é um dos meus favoritos da série toda!

    beijinhos

    http://leiturize-se.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, mal posso esperar para ler os demais livros!

      Excluir