[Resenha] Prometida - Carina Rissi

21 de dez. de 2018

Título: Prometida  (Perdida#4)
Autor(a): Carina Rissi
Editora: Verus
Páginas: 476
Lançamento: 2016
Classificação: 4/5

Sinopse:  
“Elisa Clarke anda um pouco entediada. Seus dias parecem iguais e os bailes há muito deixaram de trazer algum prazer a ela. Não que seja uma surpresa, pois sempre que ela está presente os eventos se tornam um desastre! E é injusto, já que ela foi uma boa moça a vida toda. Nascida em uma das famílias mais influentes, a jovem aprendeu desde pequena a respeitar as normas sociais e se manter longe de escândalos. Na única vez em que ignorou uma dessas regras acabou noiva. E foi apenas um beijo, ora bolas!
Um beijo com o qual Elisa fantasiou desde que conheceu e se apaixonou irrevogavelmente pelo belo e gentil jovem médico e que, como acontece nos contos de fadas, mudou sua vida para sempre. Mas não da maneira que ela esperava. Como consequência, agora está prometida a alguém que a despreza tanto que preferiu viver em outro continente. Tudo o que ela deseja é que as coisas permaneçam assim. 
Mas Elisa não sabe que seu noivo está a caminho do Brasil, e ela terá de enfrentar o homem cujo coração um dia se viu forçada a partir. 
Destinados a ficar juntos, mas separados por seus corações, eles se envolverão em uma sinuosa dança marcada por segredos, mágoas do passado, intrigas e uma arrebatadora paixão que colocará em perigo não apenas seus sentimentos, mas a vida de ambos.

Eu não sei se isso acontece apenas comigo ou se é reflexo de alguma fase pela qual estou passando, mas não é de agora que venho percebendo como os livros da Carina Rissi mexem comigo. Não são histórias de tirar o fôlego, longe disso. Na maioria das vezes ela nos conta através dos personagens (mesmo que nesses livros tenha magia), coisas que acontecem com a maioria das pessoas. Acredito que é a forma como as personalidades, criadas por ela, lidam com essas situações que causam esse efeito em mim.

Meu primeiro contato com os livros da Carina foi por meio do livro Mentira Perfeita, e desde então tenho me esforçado para ler tudo o que essa mulher escreve (hahaha!).

***esta resenha pode conter spoilers dos livros anteriores***

Vocês se lembram do que aconteceu em Destinado né. O Ian acabou indo para o século XXI junto com Sofia para resgatar a Elisa que acidentalmente acabou viajando no tempo. Lá nós assistimos o Ian perder parte da história dele que envolvia Sofia, já que enquanto o tempo passava suas memórias eram apagadas. Foi angustiante, mas também muito emocionante. Tivemos o prazer de conhecer um pouquinho mais do que se passa na cabeça do meu marido... ops! Do Ian (rsrs).

Quando eles finalmente conseguem voltar para o século XIX, depois de longos cinco dias, Elisa tem que enfrentar diversas situações. Como a viagem no tempo aconteceu logo após o noivado com Lucas, não fica bem para uma jovem desaparecer sem que a família saiba para onde ela foi, já que tanto Ian quanto Sofia, saíram em busca dela. Dessa forma, além de ter de ouvir os sussurros das pessoas quando ela passa, ela tem de lidar com um Lucas que exige saber por onde ela andou. O único problema é que Elisa teme pelo destino de Sofia caso alguém mais saiba de sua origem, e entre preservar a segurança de sua nova irmã e salvar seu relacionamento com Lucas, por quem é perdidamente apaixonada, ela opta por guardar esse segredo com ela.

O resultado disso? Lucas mantém o noivado, mas passa três anos estudando na Europa. Um noivado tão longo assim só faz com que os comentários maldosos aumentem, e sinceramente, se eu estivesse no lugar da Elisa, já teria perdido a compostura a muito tempo e mandado todo mundo pra onde Judas perdeu as botas. As cartas que antes Lucas escrevia para ela, repletas de sentimentos, engraçadas e românticas, passaram a ser cartas que se limitam a descrever o tempo e nada mais. É como se ambos fossem estranhos um para o outro.

Quando o estudo de Lucas termina, ele retorna para cumprir sua obrigação. Ele fez de tudo para acabar com os sentimentos que sentia por Elisa, e ela também acredita ter escondido seu amor por Lucas no fundo do coração. Só que após todos esses anos, ambos mudaram. Lucas volta com o corpo mais rígido, com músculos mais definidos e não com o corpo que tinha de um jovem adolescente. Elisa também perdeu o corpo de menina, deixou o rosto redondo e ganhou curvas bem acentuadas. Agora, ambos se veem obrigados a seguir adiante com essa farsa. Maaas, como sempre, sabemos que isso nunca dá certo.

Eu sempre falo que na maioria das vezes, os relacionamentos não dão certo por falta de comunicação. As coisas devem ser ditas para evitar confusões, mas quando se trata de amor e orgulho, ninguém quer dar o braço a torcer.

No livro muitas coisas acontecem. Temos a história de um garotinho por quem me afeiçoei e acredito que o mesmo irá acontecer com vocês. Samuel é muito esperto e engraçado. Amo a simplicidade que as crianças encontram nas coisas, e como para elas, solucionar os problemas, é eternamente mais simples do que para os adultos. Temos aqui uma Elisa madura, que diz o que quer e não aceita desaforo. Uma mulher forte, mas ao mesmo tempo frágil e inocente. Ah, falando em inocência, me espanta como as mulheres da época não sabiam de nada sobre o que acontece entre um homem e uma mulher. Devia ser assustador para elas enfrentar o desconhecido sem ao menos uma pista.

Apesar do Ian e Sofia não serem os principais, eles apareceram na dosagem certa. E diferente do que acontece quando leio outros livros que contam a história de personagens secundários, não senti falta deles. Fiquei totalmente envolvida com Elisa e Lucas.

A história e as dificuldades deles são diferentes, e ao contrário dos outros livros, temos uma alternação entre alguns capítulos. Podemos acompanhar a história pelo olhar dos dois, o que só acrescentou à trama. Minha vontade é de falar o que acontece na história, mas se fizer isso, vou estragar a expericência de vocês com a leitura. Mas que dá vontade dá. Sempre fico com a impressão que poderia ter falado mais.

Espero que vocês gostem do livro assim como eu. Vou deixar um dos vários quotes que gostei. Se vocês já leram, me contem o que acharam. Vou gostar de saber.

Beijokas e até a próxima!





"Creio que o amor seja feito disto: liberdade. Todos os dias ter diante de si inúmeras alternativas, mas acabar fazendo sempre a mesma escolha. E eu o escolhia. Escolhi no passado, escolhi agora e escolheria no futuro."



Volumes:
1- Perdida
2- Encontrada
3- Destinado


Um comentário :

  1. Oi Priscila. Tudo bem?
    Eu nunca li nada da Carina, acredita? Minha filha tem todos os livros dela, menos o mais recente, e os livros da série que leu gostou muito de todos. Ótima resenha.
    Bjus

    ResponderExcluir