TOP 5 Jane Austen - Orgulho e Preconceito

11 de dez de 2016

Título: Orgulho e Preconceito
Autor: Jane Austen
Editora: Martin Claret
Páginas: 480
Lançamento: 2012
Classificação: 5/5

Sinopse: 
Na Inglaterra do final do século XVIII, as possibilidades de ascensão social eram limitadas para uma mulher sem dote. Elizabeth Bennet, de vinte anos, uma das cinco filhas de um espirituoso, mas imprudente senhor, no entanto, é um novo tipo de heroína, que não precisará de estereótipos femininos para conquistar o nobre Fitzwilliam Darcy e defender suas posições com perfeita lucidez de uma filósofa liberal da província. Lizzy é uma espécie de Cinderela esclarecida, iluminista, protofeminista. Neste livro, Jane Austen faz também uma crítica à futilidade das mulheres na voz dessa admirável heroína — recompensada, ao final, com uma felicidade que não lhe parecia possível na classe em que nasceu. ”

Oi pessoal, tudo bem? Para quem ainda não sabe, eu sou apaixonada por romances de época. Acho que eles possuem um quê todo especial devido o tempo em que a história se passa, bem como pelos costumes da época. Pensando nisso, preparei para vocês uma sequência de postagens com os livros que mais gostei da Jane Austen - se bem que por mim, todas as obras dela são incríveis.

Para começar, escolhi um livro conhecido se não por todos, pela maioria: Orgulho e Preconceito. Meu primeiro contado com essa história foi por meio da mãe; ela ganhou o dvd do filme e ficou viciada na história, me fazendo assistir inúmeras vezes, o que despertou em mim uma vontade imensa de ler o livro.

No livro somos apresentados a família Bennet formada pelo patriarca, sua esposa e suas, nada mais nada menos do que cinco filhas. Embora os Bennet façam parte da aristocracia, não vivem no luxo. E como se não bastasse a situação, por não possuírem herdeiros, a mãe das meninas se encontra desesperada para casar suas filhas.

O pai é um homem reservado, a mãe pensa somente em arranjar um bom casamento. Kitty e Lydia são as filhas mais novas que além de serem extremamente bobas, são fúteis. Mary é a filha que se dedica aos estudos, e por fim as minhas preferidas, Jane e Elizabeth.

Jane é uma moça doce, delicada e inocente, já Elizabeth é inteligente e sempre tem algo para acrescentar. Tais características fazem com que ela seja a favorita de seu pai.

É dada a notícia de que um cavalheiro rico e solteiro alugou uma mansão na região de Netherfield Park, o que causa uma mudança drástica na rotina dos Bennet já que esta é uma ótima oportunidade de garantir o futuro de uma de suas filhas.

Juntamente com o Mr Bingley, estão suas duas irmãs e seu melhor amigo, Mr Darcy, um jovem muito mais rico e solteiro, e que ao contrário do amigo que fica conhecido pela boa educação e bom humor, não transmite nada além do que arrogância e orgulho.

Logo de início fica evidente a afeição que existe entre Bigley e Jane, com quem passa a maior parte do tempo nos bailes e a quem dedica a maior atenção. Em contrapartida, Darcy esnoba Elizabeth, o que faz com que ela, mesmo antes de conhecê-lo melhor, passe a abominá-lo. Mesmo sem perceber, Darcy começa a ter sentimentos por Elizabeth.

Com tudo isso acontecendo, chega uma comitiva de soldados que se estabelecem na cidade. Elizabeth passa a ficar próxima de um oficial charmoso e que não nutre simpatia alguma por Darcy, uma vez que afirma ter sido maltratado por ele.

Algo que ninguém esperava acontece. Bingley, suas irmãs e Darcy deixam a cidade rapidamente sem dar se quer uma explicação ou se despedir, o que causa grande desespero em Jane que está apaixonada por Bingley.
A trama se desenrola com algumas surpresas para nossas jovens. Elizabeth e Darcy não imaginam o que os aguardam. Os diálogos entre os dois e das duas irmãs são os meus favoritos. Além da escrita permitir que conheçamos a fundo os sentimentos dos personagens, o livro deixa claro o conflito entre os sentimentos de orgulho e preconceito dos nossos protagonistas. É muito interessante observar o crescimento dos personagens e poder acompanhar a forma como percebem que podem estar equivocados em relação a uma pessoa, e a maneira como o fazem para se redimir.

Jane Austen deixa claro por meio das críticas presentes no livro, com um toque de ironia e sarcasmo, que estava muito à frente da sua época. Um livro sensacional, com uma história bem construída e desenvolvida, e que posso, sem medo algum, indicar para qualquer pessoal. Para os romancistas de plantão, essa é uma leitura obrigatória.

Até a próxima!


"Em vão tenho lutado comigo mesmo; nada consegui. Meus sentimentos não podem ser reprimidos e preciso que me permita dizer-lhe que eu a admiro e amo ardentemente."

11 comentários :

  1. olá!
    apesar de eu amar persuasão, orgulho e preconceito ganhar de lavada dele. Nãos sei o que me encanta mais na trama a própria história ou a narrativa ou até mesmo a escrita, não sei. Só sei que amo qualquer coisa que venha da Austen.
    abraço!
    Squad Of Readers

    ResponderExcluir
  2. OI, Priscila!
    Apesar de ser uma apaixonada por romances de época, só li um livro da tia Jane Austen... E sim, foi Orgulho e Preconceito!!!
    Amo esse livro e amo o filme dele tb!
    Ao ler sua resenha bateu até uma vontade de reler o livro rs

    Beijos!
    www.aculpaedosleitores.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Priscila!

    Comprei a adição de três em da Jane Austen, comecei a ler orgulho e preconceito mas eu não estava muito no clima então pra não estragar um livro que demorei tanto pra finalmente ler, acabei deixando a leitura de lado! Acabei de ler um post no blog o que tem na nossa estante sobre o mesmo tema, e fico impressionada o quanto esse livro realmente mexe com as pessoas, o quanto o romance é diferente e a protagonista pelo que entendi é um revolucionária é surpreendente para aquela época! A verdade é que fiquei com vontade de ler muito depois da sua resenha, simplesmente adorei.


    Beijinhos

    Resenha Atual

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, leia sim, é uma obra incrível com personagens muito bem estruturados. Acho que você vai gostar também.
      Beijos

      Excluir
  4. OIe,
    sem comentários! Adoro este livro.
    Adorei a resenha

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz
    3 livros por 20 reais

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Como assim menina ainda não leu? Quero ver resenha dele no seu blog hem (rsrs).
      Beijos

      Excluir
  6. Oi Pri! Quando terminar minha leitura atual, lerei esse com certeza, minha meta desse ano! Acho que fecharei bem!
    bjs

    Amor por Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rê, vai fechar o ano com chave de ouro!
      Beijos

      Excluir
  7. Olá, Priscila.
    Orgulho e Preconceito não é um livro que me ganhou completamente, mas ainda assim é um livro que gosto demais. Sem dúvidas, um dos melhores livros de época que já. Sem falar que contém críticas excelentes.
    Ótima postagem.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de dezembro. Serão dois vencedores, dividindo 3 livros.

    ResponderExcluir
  8. Esse é um dos livros da Jane que pretendo ler. Li o HQ da Gutenberg e amei demais e logo me interessei. Mas, comecei a ler razão e sensibilidade e achei um porre.

    Bjos.

    www.primeiras-impressoes.com

    ResponderExcluir