Livro - Como eu era antes de você

7 de fev de 2016

 Título: Como Eu Era Antes de Você

Autora: Jojo Moyes
Lançamento: 2013
Páginas: 320
Editora: Intrínseca


Sinopse: 
"Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã, mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. 
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportista Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de quem irá mudar para sempre a história um do outro."


Acabei de ler o livro e já tive que vir escrever sobre ele. Vou contar as informações já disponíveis no começo do livro. 


   Will Traynor é uma pessoa com uma vida normal. Logo nos primeiras páginas aparenta ser um cara dedicado ao que faz. Adora praticar esportes arriscados que o façam se sentir vivo de verdade. 
   Um dia ele acorda, se despede da namorada, e vai até o estacionamento pegar sua moto para ir ao trabalho. Como está chovendo muito ele decidi pegar um táxi. Enquanto fala ao telefone com um amigo do trabalho sobre negócios pendentes, avista um táxi e estende a mão pra ele. Quando percebe que o táxi se aproxima, ele se dirige até ele mas percebe algo errado. Ele ouve uma buzina. Escuta um grito (provavelmente dele), e se dá conta de que algo está indo pra cima dele. Uma moto. Ele sofre um acidente.
  Em paralelo a vida de Will, temos Louisa Clark. Sua família depende muito da ajuda financeira dela. É ela quem praticamente sustenta a casa. Nessa situação em que Louise vive, ela recebe a noticia de que o Café onde trabalha vai fechar por que o dono vai voltar para a Austrália para cuidar do pai que esta doente. Em consideração a ela, o dono do Café paga, mesmo não tendo obrigação, três meses de de salário para ela. Ela se vê em uma situação complicada agora, pois o sustento da sua casa depende estritamente dela. Digamos que ela não tem tantas qualificações para arrumar um bom emprego. Esse trecho do livro deixa isso bem claro:

"Fiquei duas semanas numa rede de lanchonetes. O horário era bom, eu podia lidar com o fato de o uniforme dar estática no meu cabelo, mas achei impossível aguentar o regulamento de 'respostas adequadas', com seus 'Posso ajudar?' e 'Gostaria de adicionar uma porção grande de batata frita?', e desisti depois que uma das garotas que fazia rosquinhas me pegou discutindo com uma criança de quatro anos sobre as diversas vantagens dos brinquedos gratuitos. O que posso dizer? Ela era uma menina de quatro anos inteligente. E eu também achava as Belas Adormecidas bobinhas."

   Louise é única. É uma pessoa diferente, alegre, que tem - digamos assim - um estilo próprio. Seu jeito de se vestir é bem peculiar.
   Confesso que sou dessas pessoas que se emocionam muito fácil. Choro mais em filmes do que em livros, mas esse com certeza entrou pro ranking de livros que me fizeram chorar igual a uma condenada. A impressão que eu fiquei da Louisa é que ela é uma dessas pessoas que poucos tem a chance de conhecer em algum momento da vida. Aparentemente normal, não muito interessante, mas que tem aquele jeitinho único de trazer cor pra nossa vida sem mesmo se dar conta do potencial que tem pra isso. 
   Acompanhei a história dela e o do Will. Fiquei muito brava com ele várias vezes durante a história. Não sei se a autora tinha esse propósito mas conseguiu fazer com que eu enxergasse o lado dele de uma maneira que eu nunca havia parado pra pensar. 
  Me coloquei na situação e foi difícil questionar as decisões que foram sendo tomadas no decorrer do livro.
  Ainda não acredito no final da história - embora um pedacinho de mim já esperasse isso - mas independente disso, é um livro que recomendo sem sombra de dúvidas pra todo mundo.
   Sou bem apegada aos meus livros. Li esse livro pelo tablet por que não achei que iria gostar tanto a ponto de vê-lo na minha estante. Me enganei!
   Entrou para os minhas histórias preferidas e mal posso esperar para ler outra vez. 

 O filme baseado no livro Como Eu Era Antes de Você, estreia no dia 16 de junho de 2016. Terá como protagonistas Emilia Clarke (Game of Thrones) e Sam Claflin (Jogos Vorazes).  
Mal posso esperar! Confira o trailer.




2 comentários :

  1. Olá, eu comecei a ler esse livro pelo tablet também só que eu odeio ler em pdf, eu ja tava na metade e larguei pra ler A menina que roubava livros, me arrependi de não ter terminado porque agora já tomei tanto spoiler que me desanimei pra continuar lendo. Mas pelo o que eu li parece ser muito bom, e espero poder terminar esse ano, beijos!
    http://saboreandoasestrelas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luciana! Não desiste desse livro não. Ele é muito lindo e vale apena ser lido. Eu também não sou muito fã de ler pelo tablet , na verdade meu próximo post será sobre isso, mas me empolguei tanto que acabei lendo. Quando terminar de ler, me fala o que achou tá. Vou querer saber rsrs
      Beijos

      Excluir